NELAS VEJO MINHA ALMA

NELAS VEJO MINHA ALMA
A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados.

Seguidores

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

ÀGUA DE CHEIRO



Banhei-me nas águas mornas
Em busca do seu cheiro...
Recordei-me dos momentos que afloram
Ao olhar me no espelho encontrei-me em você
Não anseio viver a eternidade nem esquecer-te.
Só quero banhar-me mais uma vez desse prazer
Em sentir sua pele molhada, de forma penetrada
Em meu ser.
Quero nas águas mornas sentir o calor, que exalou
O amor que se fez, deixa me banhar mais uma vez...

As chuvas repentinas das tardes primaveris...
Regam as delicadas e belas pétalas das flores...
A temperatura suave da estação e o cheiro da terra molhada,
e as flores me fizeram lembrar você...

Me fez lembrar o seu corpo lindo e juvenil banhado em águas mornas...
Como uma deusa com os cabelos molhados e um olhar de pura sedução...
As gotas de água na sua pele dourada pareciam gotas de champagne...
Igual as gotas de orvalhos nas pétalas das mais belas flores...

A mais bela visão que os meus olhos já viram...
Uma linda mulher banhada em águas normas...
A natureza se rendeu a sua beleza...
Transformou as águas mornas em água de cheiro...
O mais belo perfume primaveril vindo de uma mulher...


Dueto Ernane Rezende - Adriana Leal


Nenhum comentário:

Postar um comentário