NELAS VEJO MINHA ALMA

NELAS VEJO MINHA ALMA
A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados.

Seguidores

sábado, 23 de janeiro de 2010

EVIDÊNCIAS


quando o amor vem
como se fosse mágico.
Desenha um sorriso na face.
Embriaga,
entorpece.
Força estranha
percorre as entranhas.
Corre em veias e vasos
de flor vermelha.
Altera o humor,
revigora o viver,
Ah!...Esse amor.
Como se fosse dono,
invade,
modifica,
metade
de um inteiro,
que se completa
com outra metade,
mesmo que seja tarde,
ainda que seja longe.
faz nascer estrelas
telúricas, no mar;
no céu da boca.
Se reparte em beijos,
carinhos,
carícias.
Como se eterno,
faz de duas almas
seu lar.
Dança ao compasso
deste inebriante amar!...

Gustavo Drummond

Nenhum comentário:

Postar um comentário