NELAS VEJO MINHA ALMA

NELAS VEJO MINHA ALMA
A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados.

Seguidores

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

NOVO AMANHECER DO AMOR...



Colhi lírio negros esta manhã,
estavam maduros,
reguei as gérberas na varanda,
enquanto esperavas você chegar...

A ti pertence meu amanhecer,
Chego a esquecer e livremente vou até você.
Sinto o acalentar das mãos que me tocam...
São as flores mais próximas a testemunhar esse encontro...

Mas estou chegando a ti
Teu perfume já me é familiar,
Vou me aproximando pra deleite
Do meu ser...

Os ecos da sua voz estão a ouvir...
Cheiro seu e meu se perdem
No jardim do éden
Nesse calor que emana dos nossos corpos nus
Somente em pétalas de amor.

Por isso trago os meus versos
Que encontrei dentro de uma lágrima,
Uma pétala de rosa cheirosa
Para te encher de amor.
Assim como você, uma flor...

Flor que só quer te amar a cada amanhecer...
Entre lírio ou gérberas, quem sabem amanha,
As margarida. Anuncia a paixão desse amor.
Enquanto nos perdemos um no outro...
Novas sementes plantaram na terra que deitamos...

Novas flores vão revelando a magia desse sentir.
Nas manhãs que nascem junto a mim e a ti.
Passarinho canta ainda ouço seu respirar...

A lua se despede...
Esperando novamente nosso amanhecer...
O encontro no jardim do amor!

Paulo Alvarenga & Adriana Leal

Nenhum comentário:

Postar um comentário