NELAS VEJO MINHA ALMA

NELAS VEJO MINHA ALMA
A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados.

Seguidores

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

A NOITE QUE NOS UNE...


Adormeci, olhando o céu, na noite eterna que nos une, nesta ponte que criámos, e que apenas nós sabemos cruzar, um espaço mágico, um instante roubado à eternidade que nos permite, estar longe, mas tão perto, que sinto o calor da tua face roçar o meu rosto.
O tempo teimou em passar devagar, como que a querer testar resistências, sentimentos e angústias, talvêz numa tentativa de nos tornar mais confiantes, de nos dar certezas.
As amarras que prendem esta alma à tua são feitas do mais forte dos fios, a seda, que constroi estruturas aparentemente frágeis, magnificamente belas, mas profundamente resistentes.
Os meus braços, a minha alma, estão de portas abertas, esperando sentir-te, aconchegar-te no peito, sentir o beijo doce dos teus lábios de mel, e a carícia suave da tua mão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário