NELAS VEJO MINHA ALMA

NELAS VEJO MINHA ALMA
A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados.

Seguidores

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

DESEJOS PROFANOS



Quero sentir a sua boca
Seus lábios
Explorar seu corpo
Com a língua
Com as mãos
E, através de desejos
Insanos, profanos
Atingir o momento
Do gozo
Invadindo mansamente
Sua alma, Seu coração
Como uma borboleta
Que vaga no final do inverno
Quase primavera

Ellino


(Dedico esse poema a minha amiga Adriana Leal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário