NELAS VEJO MINHA ALMA

NELAS VEJO MINHA ALMA
A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados.

Seguidores

quinta-feira, 26 de março de 2009

Soneto ao Unicórnio


SONETO AO UNICÓRNIO
Teu passo pequenino rompe a treva,
onde repousa, imersa em nostalgia,
a imagem do animal que não se ele
vasequer para morder a luz do dia.
Silêncio em forma de unicórnio.
Leva,ó tempo, em tuas asas,
a magia fugaz da lúdica pupila!
Neva.Neva em meu ser,
aurora em agonia.
Teu passo pequenino esmaga o sonho
que se desenha nas escarpas nuas
do espaço apunhalado pelo vento.
Ao longe o espasmo flácido das ruas.
Noite murcha.
(Ouvir meu pensamentoé coisa que não creio, mas suponho.)
(Ivan Junqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário