NELAS VEJO MINHA ALMA

NELAS VEJO MINHA ALMA
A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados.

Seguidores

segunda-feira, 2 de março de 2009

O silêncio da paixão


O silêncio da paixão
Bastava eu dizer uma palavra
para libertar o meu coração.
Das angústias e desta decepção,
do passado que me atormentava.

Mas, eu, ídolo sem vida, cantava
a muda melodia desta canção.
Que compus com medo de seu não,
sobr' a penumbra que me congelava.

Hoje, porém, o nobre sonhador
com o lápis, liberta-se da dor,
e suas palavras crescem como o ramo.

Da árvore que, feliz, fui semeador.
E aqui, neste poema, eu te chamo,
para lê-lo e saber que eu te amo.
Guaratinguetá, junho, 2008
Alex reis

Nenhum comentário:

Postar um comentário