NELAS VEJO MINHA ALMA

NELAS VEJO MINHA ALMA
A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados.

Seguidores

segunda-feira, 2 de março de 2009

Alada


ALADA

Deixe-me voar...
alada ao vento
no gesto e no silêncio.

Não quero ser só
uma silhueta humana
quase sem contornos na neblina.

Quero ser alada
a mover-me esquecida com a vida
na cena bem traçada desta luz...

Quero todo brilho desta imagem
que me incendeia.
Toda uma alma além...

Quero os dons deste som
que se rascunha
entre o papel do poema e o céu...

As paisagens se movem com o vento
e ouço o sussurrar dos passarinhos.

Quem sabe disto
e desta hora alada de pétalas e penas...
deste revoar de cada instante?

Só tendo asas e leveza de plumas prá sentir...

Rosy Moreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário