NELAS VEJO MINHA ALMA

NELAS VEJO MINHA ALMA
A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados.

Seguidores

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

VINTE DE ABRIL


Quando eu ouço seu nome é a chuva caindo,
é a estrela cadente.Caída da esperança,
da dor e da compaixão
No meu domingo à noite.
Quando eu ouço seu nome é a música da noite,
é a inspiração que dorme.
A melodia das nuvens desabando,
mais uma noite em claro.
Inútil é a dor que sinto por você.
Não se desculpe, não é necessário.
O seu sorriso é a minha tristeza.
O encanto dos primeiros dias,
O amar-te-ei que já não há.
Toda essa situação,
A minha amargura,
Deprecio-me sozinho novamente sem você.
Nesta noite não há depois,
Não há hora certa, para crer,
Para ver, para lembrar, para morrer.
A mesma coisa que me inspira todas as noites
É o que eu mais quero esquecer.
Rubens Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário