NELAS VEJO MINHA ALMA

NELAS VEJO MINHA ALMA
A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados.

Seguidores

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Soneto - Canto do Amor


Soneto - Canto do Amor

Assim que tanto te Amo! - vou além
Assim que te Amo tanto! - sou brasa
Vou voando... feito anjo sem asa...
Para atingir teu coração, não fico aquém

Como viver satisfeito sem ninguém...
Se tenho um Amor florente que me casa
De acesas chamas ardentes - e d'asa...
Ficar vagando ao sol... não convém...

Do teu Amor, encontrei as chaves
Fui-te busca-la bem lá no fundo...
Mas tu já voavas... como as aves...

E cantavas o Amor no céu, tão profundo
Com notas harmoniosas tão suaves...
Irradiavas os quatro cantos... do mundo.

(Dolandmay)

Nenhum comentário:

Postar um comentário