NELAS VEJO MINHA ALMA

NELAS VEJO MINHA ALMA
A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados.

Seguidores

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

PÁSSARO DE FOGO


PÁSSARO DE FOGO

Crucifico os meus dedos

no estranho vazio do teu seio

Sinto o Sol

paradoxalmente frio!

Enquanto me suicido

em cada cigarro

Meus lábios gênese estrangulada

das inúteis palavras

Brinca aos poemas

no gume quase sangue

do meu sentir

Danço bêbada e fascinada

na asa das tuas palavras

aprendo contigoa

arte de ser poeta

algures nos becos

vagabundeio

a aventurado

meu pássaro em fogo!

Gérmen amaldiçoado

de todas as taras

Não te darei tudo

ou quase nada

apenas um amor

quase puro quase maldito?

Na concha

relativamente receptivadas

tuas mãos ensangüentadas

Luiza Caetano



Nenhum comentário:

Postar um comentário