NELAS VEJO MINHA ALMA

NELAS VEJO MINHA ALMA
A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados.

Seguidores

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Meu Amor

Meu Amor
Que medo eu tenho de morrer!
Não, aquele mêdo de morrer!
Acabar! Finito!
Paz á minha Alma
Ámen...Não! Não!
Tenho mêdo de morrer,
sem te voltar a ver!
Nem voltar a sentir teus braços
Na fome do meu corpo,
Nem chorar no teu colo
A dôr desta saudade
Nem calar na tua boca
O derradeiro beijo!
Nem afagar teus dedos
Na doce ternura dos meus!
Nem falar do segrêdo
Que habita a minha dôr!
Tenho mêdo sim, Meu Amor!
E proclamo!!!!
este Deus que nos tortura!
este Amor tão perto e longe!
Se ao menos não te disser...
No silêncio dum ADEUS!
Te Amo!
Te Amo!
Te Amo!
Tenho mêdo, sim!
Tenho mêdo de morrer!
Luiza Caetano
20Outubro2006

Nenhum comentário:

Postar um comentário