NELAS VEJO MINHA ALMA

NELAS VEJO MINHA ALMA
A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados.

Seguidores

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Confissões de alma

É no silêncio que minh'alma canta
Toda alegria incontida em mim.
Se vem tristeza, ela mesma espanta,
Eu sou feliz tendo essa alma assim.
Do meu passado só boas lembranças,
No meu presente sonho e fantasia.
Hoje, maduro, faço-me criança
A cavalgar em busca de alegria.
É nesse tempo que a vida se solta,
Sem ter mais tempo pra curtir revolta,
E vai seguindo sempre mais adiante...
Vamos lançar sementes no caminho,
Não reclamar das pedras e espinhos,
E colher flores quando for a volta.”
*Antônio Manoel Abreu Sardenberg*

Nenhum comentário:

Postar um comentário